Biocombustíveis

Agentes do setor elétrico discutem cenários para a matriz energética em 2050

Friday, 20 de March de 2015

Agentes do setor elétrico discutem cenários para a matriz energética em 2050

No dia 26 de março, executivos do governo federal, associações empresariais, universidades e ONGs com atuação em diversas frentes do setor elétrico estarão reunidos na conferência “Cenários Energéticos 2050” promovida pela Plataforma Cenários Energéticos (PCE Brasil). O evento acontecerá no auditório da Apex-Brasil, em Brasília (DF), e as apresentações traçarão cenários para a matriz energética brasileira nas próximas décadas.

As palestras serão conduzidas por executivos do Ministério de Minas e Energia, Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Greenpeace, ABEEólica, COPPE/UFRJ, Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA), Fundação Getúlio Vargas (FGV), Fundação AVINA, Centro Brasileiro de Energia e Mudança do Clima (CBEM), Ministério Público Federal e Sociedade Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina (SATC/ABEMA). Representante do Ministério de Energia do Chile também marcará presença no encontro.

“A Plataforma Cenários Energéticos nasce em um momento de desafio para o setor, que enfrenta escassez de oferta hídrica e altos preços”, afirma o analista da Fundação AVINA e membro do conselho executivo da PCE, Paulo Rocha. “Outros países, como o Chile, vêm conseguindo superar crises energéticas ao incorporar aos planos estratégicos dos governos, as visões mais abrangentes do setor socioambiental e a expertise do setor privado. Nossa proposta é gerar insumos para a construção de uma matriz mais limpa e sustentável, do ponto de vista social, ambiental e econômico”.

Os trabalhos terão início com a apresentação das propostas da PCE por Paulo Rocha e a presidente executiva da ABEEólica, Élbia Silva Gannoum. Na sequência, a chefe da divisão de prospecção e política do Ministério de Energia do Chile, Annie Dufey, trará a experiência do país com a construção dos cenários de longo prazo, elaborados por organizações da sociedade civil, do setor empresarial e acadêmico, que foram o primeiro passo para a construção de um processo de planejamento energético participativo pelo governo chileno, modelo que poderia ser replicado no Brasil.

Cenários

Principal proposta da conferência, a apresentação de cenários tem início com estudo do COPPE/UFRJ que analisará a ampliação de programas de eficiência energética como medida de redução das emissões de gases de efeito estufa. Já palestra do Greenpeace discutirá a diversificação da matriz elétrica com novas energias renováveis e a quebra de paradigma de um modelo centralizado de geração para um sistema descentralizado e mais eficiente. As apresentações dos estudos serão moderadas pela diretora executiva da Engenho Consultoria, Leontina Pinto, com comentários do diretor do CBEM, Osvaldo Soliano, e do diretor da EPE, Amílcar Guerreiro.

Representando o setor carbonífero, o professor André Tavares (SATC/ABCM) explanará sobre a necessidade de uma matriz elétrica focada na segurança e na utilização dos recursos energéticos nacionais de maneira racional e com custos reduzidos. Na sequência, o último estudo será apresentado pelo professor do ITA, Mj. Marcio Pimentel, e terá como tema a valorização da tecnologia para alavancar a sustentabilidade com foco na eficiência energética, nos sistemas distribuídos e no aprimoramento da capacidade de gestão da demanda. Os trabalhos serão conduzidos pelo professor da UNIFEI, Geraldo Thiago, com comentários da diretora da Clean Energy Latin America, Camila Ramos.

A conferência será encerrada com painel de debate sobre a construção da matriz ideal no longo prazo. Estarão presentes o secretário de planejamento e desenvolvimento energético do Ministério de Minas e Energia, Altino Ventura, o procurador da República João Akira Amoto, gerente de clima e energia do WWF Brasil André Nahur e a professora da FGV, Joísa Dutra.

Aberta ao público e gratuita, a conferência Cenários Energéticos 2050 é promovida pela Plataforma Cenários Energéticos, com realização da Viex Americas. Inscrições e mais informações podem ser solicitadas por meio do site www.cenariosenergeticos.com



Marcadores: